12 O que um ano no ginásio me ensinou

12 fevereiro 2019

Este mês faço um ano desde que entrei pela primeira vez num ginásio.

Fui de certa forma "arrastada" para me inscrever, e curiosamente, sou a única pessoa do grupo que continua a lá ir. Ir ao ginásio começou por ser um esforço enorme e agora sinto que é algo que já faz parte da minha rotina.

Hoje queria-vos falar sobre algumas coisas que um ano no ginásio ensinou a uma anti-ginásios.
Atenção: Esta é a minha experiência, e é possível que não se revejam nela.
Grupo de Amigos ≠ Motivação certa
Ir com um grupo de amigos nem sempre significa que eles te possam dar a motivação certa.

Eu fui me apercebendo disso pela minha experiência mas também pelo o que fui vendo com as pessoas que frequentam o mesmo ginásio que eu.

As pessoas que tenho visto no meu ginásio e que vão em grupos tendem a não se esforçar tanto, o que, em teoria, deveria ser exactamente o contrário. Distraem-se muito facilmente, conseguem ficar parados o tempo todo a falar, ou parar o que estavam a fazer para fazer outra coisa ou ir embora.

Grande parte do meu ano do ginásio tive a ideia de que não conseguia fazer isto sozinha, e só mais para o fim deste ano é que percebi: "Eu estou a fazer isto por mim, não devia depender de ninguém para além de mim, não devia procurar motivação noutras pessoas". E quando essa luzinha acendeu, consegui perceber que o que me estava a impedir de melhorar no ginásio era eu! E desde aí que não faltei mais nenhuma semana, (e o mais importante de tudo) sempre com motivação.
As pessoas não são todas iguais
Como devem estar a contar, as pessoas não são todas iguais, e no ginásio não ia ser diferente.

Há as pessoas que vão em grupo e fazem cara feia a toda a gente, há as que vão em grupo e são simpáticas. Há os que querem usar as máquinas que estamos a usar e pedem de forma simpática para usarmos em conjunto, e há quem nos olha com ar de desprezo até sairmos do sítio onde querem ir. Há quem seja um autêntico animal e fique a bufar por estar a tapar o nosso lugar do cacifo, e há quem peça imensa desculpa por nos terem causado algum incómodo.

Ou seja, para simplificarmos o mais possível vou colocá-las na categoria das "Pessoas simpáticas" e "Pessoas antipáticas".

Há sempre pessoas antipáticas, em qualquer lado, mas como isso nunca nos impediu de viver a nossa vida, também nunca nos iria impedir de ter um bom treino, certo?
Eu vou continuar a ser como sou, sorrir para toda a gente e continuar a ser simpática, mesmo que estejam a ser mal educados comigo, é a minha forma preferida de as torturar ahah

Ir ao ginásio nem sempre significa perder peso
Entrei no ginásio com 64kg e termino este primeiro ano com 64kg. E o que mudou?

O peso manteu-se, mas a percentagem de massa gorda diminuiu e a percentagem de músculo aumentou! Ganhei um bocado mais de peito e perdi gordura nas pernas e barriga. Fiquei mais forte no geral, tenho muita mais resistência na corrida e tripliquei em muitas máquinas o peso utilizado nos meus exercícios. 
Mudei a minha forma de ver as coisas, apercebi-me que ir ao ginásio nem sempre significa diminuir/aumentar/manter "O número" na balança, vai muito para além disso, e essa foi das mudanças mais importantes, que me fez querer continuar a ir ao ginásio.
Às vezes há dias não
Às vezes há dias não, há dias que sentimos que o ginásio não esteja a fazer alguma diferença, há dias que não vemos o número da balança a mudar, há dias que olhamos para o espelho e não gostamos do que vemos. 
E, tenho que admitir, esses dias foram constantes nos primeiros 6, ou mais, meses, da minha aventura do ginásio. Com o tempo consegui mudar imenso a minha forma de ver o ginásio, e comecei a ganhar imensa motivação para continuar a lá ir. Mas, se estiverem a passar por isto a única coisa que vos posso pedir é para ignorarem essas cabecinhas, e fazer alguma coisa que gostam, ver uma série, dar uma volta, ler um livro (e seguir a minha próxima dica). Vão ver, as coisas ficam sempre melhores no dia seguinte.

E citando uma letra de uma música de uma banda que gosto:

"Don't ever think that anything is something that a lonely stroll can't fix" - Lonely Stroll, Cosmo Jarvis
Tradução: "E que nunca penses que alguma coisa é algo que uma caminhada solitária não possa curar" 

Os espelhos não são vossos amigos
E muitas vezes existem maus dias por causa disto, o espelho! Nós olhamo-nos constantemente ao espelho,  diariamente, várias vezes ao dia. O nosso olhar vai moldando como nos vemos, e, mesmo que do dia 1 do mês até ao último vocês tenham perdido imensa massa gorda, o vosso cérebro não vos vai dizer isso, porquê? Porque vocês olham para vocês todos os dias. Vocês não conseguem ter a percepção da mudança maior, porque vêm mudanças minúsculas todos os dias, e o vosso cérebro não vos consegue processar o antes e depois do mês.

Mas sabem o que vos consegue mostrar o antes e depois? Fotos! Fotos do processo!

Quando comecei o insanity, convosco aqui no blog, não tinha qualquer noção de se tinha emagrecido ou não, o que, olhando para as fotos parece ser um autêntico disparate! Eu mudei imenso! Perdi uma grande parte da barriga e mesmo assim, na minha mente, achava que nada tinha mudado.

Basta tirarem uma foto no início e ir tirando de 2 em 2 semanas. As diferenças vão ser enormes, e vão vos dar uma enorme motivação para continuar!
Dizer não à preguiça
Esta foi sem dúvida uma das coisas que mais me custou mas a que mais me fez ver que todos os obstáculos estavam dentro da minha cabeça.

No início deste ano do ginásio, sempre que não queria ir, não ia. Sempre que arranjava mil e uma desculpas, não ia.

Mais para o meio do ano comecei a dizer "Não! Eu vou!" e foi aí que tudo mudou. Ir muda-me tanto o estado de espírito, ir faz-me ter orgulho de mim, ir faz-me sentir forte, ir faz-me ver que consigo fazer TUDO!
E se estiverem em dúvida, entre ir ou não, ir é sempre a escolha certa! 
Não há poções secretas
Não há poções secretas que vos façam ficar exactamente como querem de um dia para outro, ou de uma semana para a outra, ou de um mês para o outro, para ser absolutamente sincera. Mas o que vos pode fazer "ir ao ginásio" é encurtar-vos essa viagem cada vez mais. Cada dia fica mais fácil, cada dia é menos um dia para alcançarem os vossos objetivos, e isso é o mais importante que têm de reter.
Vocês podem começar "na próxima semana", "no próximo mês", mas a verdade é que também podem começar HOJE, podem começar hoje, e de hoje para "a próxima semana" o vosso percurso já se tornou menos penoso, porque não deixaram para "o dia a seguir" e decidiram dar tudo "hoje"!

Muito gente ainda não percebeu a importância de não deixar as coisas para "amanhã". E a expressão "Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje" é tão certeira! E não funciona apenas para a vida saudável, serve para qualquer objetivo que vocês possam ter na vossa vida!

Espero que este post vos ajude de alguma forma! Se quiserem que vos diga/mostre o que costumo fazer no ginásio é só dizer 😍

12 comentários:

  1. Olá maria. Nossa seu corpo mudou bastante e estás mais linda ainda. Eu agora estou a me exercitar, mas não em um ginásio em casa mesmo. Estou fazendo yoga também é bem interessante e está me ajudando a ficar mais disposta. Você tem razão quando diz que criamos desculpas para não nos esforçarmos. Adorei o post e gostaria de mais posts assim. Beijinhos <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! ❤
      Por acaso Yoga foi das coisas que ainda não experimentei (tirando o ocasional exercício na wii u ahah).
      Concordo, fazer exercício muda-me completamente o humor, fico muito mais bem disposta ❤ E ainda bem que faz o mesmo por ti ❤
      Beijinhos ❤

      Eliminar
  2. Olá!! Ando no ginásio à 4 meses e tenho conseguido sempre aumentar a massa muscular e perder peso! Estou a adorar e sem dúvidas que o ginásio já faz parte da rotina! Há dias que estou lá e não me apetece nada, mas mesmo assim faço o treino e sigo o que a nutricionista disse!!
    Espero continuar assim, eheh

    Beijinhos,
    LúciaFilipa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fazes mesmo bem! Também digo sempre não à preguiça, por mais que me custe ahah
      Acabo sempre por sair do ginásio orgulhosa e super bem disposta, por isso compensa imenso ❤

      Eliminar
  3. Muito interessante esse texto!

    ResponderEliminar
  4. Totally amazing
    Thank you for sharing

    New article

    https://www.melodyjacob.com/2019/02/hottest-beret-street-style-beret-style.html

    ResponderEliminar
  5. Excelente post, Maria!

    Concordo contigo, para mim ir em grupo fazer exercício é a pior coisa que me podem fazer, por vários motivos: passa-se metade do tempo na conversa, há muita distracção e também porque não consigo deixar de comparar a minha forma física com a dos outros e fico totalmente desmotivada. Gosto de fazer desporto, desde que esteja sozinha. E parabéns, a mudança é bem visível - e mais do que a mudança visual, é tão bom sentir que o nosso corpo está mais forte! Este post vem mesmo a calhar, estou numa semana de preguiça para ir à piscina - mas hoje não falha :)

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, é exactamente isso que sinto. Se não estiverem todos, do grupo, exactamente com a mesma motivação e força, o mais provável é que as coisas não corram muito bem.
      E, sem dúvida, ter ficado mais forte e saudável foi das mudanças mais importantes para mim ❤
      Obrigada ❤

      Eliminar
  6. Eu pessoalmente também não gosto de ir para o ginásio acompanhada, acho que torna tudo mais difícil e saio do meu foco!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente :) Quando vou sozinha também estou muito mais concentrada e consigo fazer muito mais do que acompanhada...
      Obrigada pelo teu comentário ❤

      Eliminar